VAMOS FAZER UMA CONTA RÁPIDA

Sabe a bolacha recheada que você come à tarde no escritório, o lanche que aceita no avião, aquela coxinha que pede na padaria quando está na rua e bate a fome? Cientistas ingleses estimaram quantas calorias camufladas as mulheres ingerem. Em média, 146.000 por ano, o equivalente a 487 hambúrgueres, 608 barras de chocolate ou 1.825 taças de espumante. Por dia, seria algo em torno de 410 calorias extras.

Talvez não pareça muito. Mas é. Basta fazer uma conta rápida. Se você ganhar 500g por mês, o que teoricamente é pouco, ao final de 12 meses terá adquirido 6 kg.

Ao contrário, se começar a prestar atenção na qualidade e na quantidade da sua alimentação e perder apenas 500g por mês, ao final de 12 meses terá eliminado 6 kg.

Vamos começar a cuidar dos hábitos alimentares diários, sem neuroses e cobranças?

Procure ajuda profissional séria e competente. E trace um plano alimentar viável.

Não basta ter disciplina para comer melhor nas refeições. É preciso atenção também ao que se belisca entre elas. Em geral, além de muito calóricos – o que extrapola a previsão diária – esses extras geralmente têm péssima qualidade nutricional. Você não fica saciado e logo terá que lidar novamente com a fome.

Para evitar “armadilhas”, nada melhor do que fazer um diário alimentar e anotar tudo, absolutamente tudo, até mesmo a ½ bolacha que engoliu com café. Outra medida importante é se organizar para ter sempre à mão ou na bolsa lanches saudáveis, que continuem saborosos para você lançar mão deles nos horários de fome, como frutas secas em pacotinhos (damascos secos, castanha-do-pará, amêndoas), que saciam e são fontes saudáveis de calorias quando consumidos em pequenas porções.

Você também pode parar em uma padaria, e pedir, no lugar daquela coxinha terrivelmente calórica, um pão francês quentinho sem miolo, com queijo branco, tomate e orégano. Ou mesmo com um ovo mexido. Como bebida quente, que tal uma média com leite desnatado (sim, as padarias têm essa opção) ou um chá com adoçante. Se preferir uma bebida fria, recomendo suco de maracujá ou limonada com adoçante ou mesmo iogurte desnatado batido. Evite sucos de outras frutas, pois você estará ingerindo apenas o açúcar da fruta e isto não será bom para seu programa de perda de peso. Coma as frutas in natura. A absorção com as fibras é totalmente diferente.

Com esse lanche muito saudável e nutritivo, você chegará supertranquilo até o jantar.

Mas não se engane fazendo um almoço muito leve, pois quando a fome "bater", você comerá a primeira "bomba calórica" que aparecer na sua frente. O organismo não é bobo. Ele fará de tudo para compensar a falta de energia necessária para se manter em atividade. Resultado: você tende a comer muito mais do que se tivesse se alimentado corretamente na refeição anterior.